Resiliência: Como se tornar um profissional resiliente

Dificuldades e desafios são comuns em todas as áreas de nossa vida e precisamos aprender a lidar com todas as adversidades e imprevistos do dia a dia.

Desenvolver a capacidade de lidar com todos os contratempos e tentar resolver os problemas que surgem é necessário e essa capacidade é chamada de resiliência.

Resiliência na física se refere a capacidade de um material que após sofrer um impacto, consegue retornar a forma original.

Já no campo comportamental a resiliência é a capacidade de um indivíduo reagir, adaptar às mudanças, superar obstáculos, até resistir à pressão cotidianas sem entrar em surto psicológico, emocional ou físico.

No ambiente corporativo é comum lidar com uma série de imprevistos e problemas que podem ser difíceis de superar. Conflitos com colegas, dificuldades na execução de projetos, pressão, competitividade e crises econômicas e o medo de ser demitido e outros exemplos.

Saber lidar com essas situações de forma eficaz, evitar sobrecarga e até mesmo o desenvolvimento de transtornos físicos ou psíquicos, por isso é imprescindível que você desenvolva a resiliência.

Atualmente a resiliência é uma competência muito importante no mundo corporativo, já que o profissional está diante de adversidades que precisam ser resolvidas constantemente.

Todos os problemas e dificuldades devem ser solucionados com o mínimo possível de perdas e sofrimentos, para que o profissional preserve sua saúde, sua capacidade de trabalho e consiga manter um desempenho melhor e mais estável.

Como ser um profissional resili ente no dia a dia

Para desenvolver a resiliência é importante fazer uma autorreflexão, desenvolver o autoconhecimento, e identificar quais são as dificuldades em lidar com as próprias emoções, com momentos de pressão ou até mesmo dificuldade em se responsabilizar pelos erros e vê-los como oportunidade para melhorar.

Já que um profissional com baixa resiliência pode ter uma tendência a ser inflexível, a não valorizar os acertos e as vitórias e não possuir senso de propósito.

Além de desenvolver sintomas como ansiedade, depressão e isolamento por consequência dos problemas do trabalho e ainda sofrer perdas tanto sociais e profissionais.

Com a busca por autoconhecimento o profissional poderá identificar tanto suas qualidades e limitações quanto desenvolver competências para lidar com os desafios tanto da vida como no ambiente de trabalho.

No entanto em alguns casos a baixa resiliência têm sua origem em eventos do passado ou até mesmo em dificuldades vivenciadas na infância. E nesses casos, é bom procurar por ajuda de um psicólogo.

Algumas ações podem ser seguidas para ajudar na forma de como lidar com os problemas e desenvolver sua resiliência perante os desafios tanto na organização como na vida. Entre elas podemos estacar:

Cuidar da saúde e do sono

A saúde e o sono interferem e muito nas atividades diárias e quando um dos dois não vai bem tudo torna-se mais difícil. Cuidar da saúde e ter um boa noite de sono é o primeiro passo para se desenvolver a resiliência.

Tenha foco

Ter organização e planejar as atividades faz com o profissional seja mais eficiente e focar no que é importante ajuda a economizar energia.

Definir prioridades

Tenha claro quais são suas metas e prioridades, dessa forma evitará desgaste com tarefas ou discussões desnecessárias.

Filtre tudo

Filtre todas as situações no trabalho e analise o que merece sua atenção e evite levar tudo pelo lado pessoal.

Evite agir por impulso

Aprenda a avaliar toda situação e não aja por impulso, isso vai evitar que se envolva em situações conflituosas. Proponha soluções ao invés de ficar simplesmente retrucando.

Reconheça seus limites

É muito importante reconhecer seus limites, quais situações o estressam e de que forma pode gerenciar melhor suas emoções, reações e atitudes, dessa forma é possível facilitar a convivência e evitar situações estressantes com as pessoas a sua volta.

Adapte-se

Muitas situações exigirão que lide com pessoas e circunstâncias desafiados e que muitas vezes lhe tire do sério, por isso é importante desenvolver a capacidade de avaliar essas situações e torne-se mais flexível e se adapte a esses diferentes contextos.

Foque na solução

Foque todas suas energias na solução do problema e não fique remoendo os erros e situações que não podem ser resolvidas. Como dia o ditado “O que não tem remédio, remediado está!” O importante é aprender com as situações tanto boas ou ruins e dessa forma conseguir evoluindo.

A resiliência é uma competência muito importante no mundo corporativo, já que o profissional está diante de adversidades que precisam ser resolvidas constantemente. Lembre-se essa é uma arte de transformar toda energia de um problema em uma solução e não em conformismo.

E você é um profissional resiliente? Saiba que desenvolver essa competência pode salvar sua vida.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *